Dúvidas Frequentes sobre Implantes Dentários - Conheça as Respostas

Dúvidas e FAQs

Dúvidas e FAQs sobre Implantes Dentários

1. O que é um implante?
Um implante dentário é um cilindro de titânio com superfície roscada que se coloca dentro do osso dos maxilares e que vai funcionar como se fosse a raiz dos nossos dentes.

2. Como se coloca um implante?
Os implantes são colocados com anestesia local, sem necessidade de anestesia geral, sendo a cirurgia efectuada em ambiente estéril para prevenir as infecções.
Regra geral, colocam-se os implantes sem incisão na gengiva e sem pontos. Abre-se um furo de 4 mm de diâmetro no osso e coloca-se aí o implante. Depois enrosca-se uma tampa de cicatrização ao implante e coloca-se a coroa provisória.

3. É sempre possível colocar implantes?
Actualmente muito poucas razões impedem a colocação de implantes num paciente. A pouca quantidade ou a má qualidade do osso é o maior problema que pode haver. No entanto, estes obstáculos conseguem ultrapassar-se com técnicas de aumento da quantidade de osso utilizando material sintético, bioosso, técnica mais frequente de regeneração, ou utilizando osso do próprio paciente (do queixo, da mandíbula ou da crista ilíaca).
Se tem dúvidas, apresente-nos o seu caso e faremos o respectivo estudo na Clínica Dentista Lisboa.

4. A colocação de implantes é uma técnica com garantia de êxito?
As estatísticas mostram que a colocação de implantes dentários tem um êxito de 98 % no primeiro ano e de 90 % nos primeiros 10 anos.
Colocam-se, anualmente, centenas de milhares de implantes em todo o mundo e estão aprovados por todas as autoridades sanitárias incluindo a FDA americana (Food and Drug Administration).

5. Os implantes duram para sempre?
Se houver uma higiene adequada e se consultar o seu dentista regularmente, não terá problemas com os implantes.
Existem muitos factores que podem reduzir a vida dos implantes, como sejam a falta de higiene, causas genéticas e o aparecimento de outras doenças.

6. Os implantes estão incluídos no seguro de saúde?
Os tratamentos dentários e, concretamente, os implantes não fazem parte do Serviço Nacional de Saúde. Relativamente aos seguros de saúde, deve consultar a sua seguradora e informar-se relativamente ao grau de cobertura e à possibilidade de escolha dos médicos dentistas.
Na Clínica Dentista Lisboa, podemos ajudá-lo a encontrar uma solução para ultrapassar eventuais dificuldades orçamentais

7. Terei de ficar sem dentes durante muito tempo?
Os implantes só são colocados após avaliação da situação clínica do paciente com recurso a exames complementares de diagnóstico.
Em alguns casos a colocação das coroas pode fazer-se no mesmo tempo cirúrgico dos implantes.
Caso este protocolo não se aplique a si, é necessário que se faça a osteointegração do implante o que demorará cerca de 2 meses e, de seguida, começará a fase de moldes para a prótese fixa estética. Entretanto, pode usar uma prótese provisória enquanto se dá a cicatrização do osso e da gengiva.
O tempo total, desde a colocação dos implantes até à conclusão da prótese fixa pode ir de 5 a 8 meses, dependendo dos casos.

8. É um tratamento complexo e doloroso? Quanto tempo demora?
O tratamento é efectuado em consultório e, na grande maioria dos casos, com anestesia local.
Durante a intervenção não sentirá qualquer dor e, nas horas seguintes, as dores são facilmente controladas através de analgésico e do antibiótico que o médico dentista lhe receita. As dores costumam passar completamente ao fim de um período de 2 a 5 dias dependendo do paciente e do grau da intervenção.

9. Há possibilidade de rejeição dos implantes dentários à semelhança de outro tipo de implantes?
A aceitação dos implantes dentários pelo corpo humano é completamente diferente dos outros casos como, por exemplo, os implantes das válvulas cardíacas. Nestes casos há que considerar outros factores como sejam a compatibilidade dos tecidos, interacção com factores sanguíneos, etc. que, nos implantes dentários não têm uma importância tão relevante. A adaptação do corpo humano aos implantes dentários baseia-se num processo chamado osteointegração em que o osso e o implante formam um todo.

10. Porque são os implantes tão caros?
A colocação de implantes deve ser encarada como uma medida preventiva e um investimento a médio prazo. Deve considerar que as próteses dentárias estragam os dentes em que se apoiam e provocam o desgaste do osso o que pode tornar a futura colocação de implantes mais difícil ou mesmo inviável.
Colocar implantes antes de começar a perder osso poupa-lhe dinheiro e aumenta a probabilidade de êxito.
O que torna a colocação dos implantes dispendiosa é o preço do material que tem de ser de elevada qualidade (não só os implantes mas também as coroas)  além do trabalho de estudo , de cirurgia e das soluções provisórias intermédias.

11. Tenho que cuidar da minha prótese sobre implantes de uma maneira especial?
A sua prótese sobre implantes deve ser tratada da mesma forma que os seus dentes naturais, o que implica uma boa higiene oral e visitas regulares ao dentista. É muito importante que não fume ou deixe de fumar durante o processo de colocação dos implantes.

12. Só me faltam alguns dentes. Posso mantê-los e combiná-los com implantes?
Esta situação é muito comum. Os médicos dentistas da Clínica Dentista Lisboa tentam manter os dentes naturais sempre que o osso e a gengiva que os suportam têm condições. Por outro lado, se os seus dentes naturais têm problemas, podem comprometer a solução dos implantes. Assim, o médico dentista terá de avaliar o estado da sua boca a fim de lhe propor a solução mais apropriada.

13. Pretendo substituir a minha prótese total inferior por implantes. Tem que se colocar um implante por cada dente?
Não. O número de implantes a colocar dependerá do diagnóstico do médico dentista. Em geral, o número de implantes varia entre 4 e 8 dispostos de acordo com o estudo que for efectuado.

14. Sou desdentado total e uso uma prótese dentária completa (superior e inferior). A prótese superior não me causa problemas, mas a inferior move-se constantemente. Será que posso substituir apenas a prótese inferior por implantes?
As próteses removíveis inferiores são sempre de mais difícil adaptação. Se tiver osso suficiente pode, sem dúvida, colocar-se uma prótese sobre implantes apenas na mandíbula, mantendo a prótese removível superior. Na nossa clínica dentária fazemos esse trabalho com muita frequência.

Informação adicional:

dentista lisboa marcacao online

Não perca mais tempo. Temos uma equipa de simpáticos e experientes dentistas em lisboa prontos para o(a) ajudar.

Termos mais pesquisados:

  • clinica malo preços implantes
  • implantes dentarios preços clinica malo